SÓ POESIA

Loading...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A POESIA



As Palavras em poesia
Esses pássaros errantes
Sobrevoam frágeis pensamentos.
Invadem a alma em vôo insano.



Batem suas asas, brancas asas,
Sobre emoções contidas.
Espalham no ar seu canto perene.
Provocam sonhos impossíveis.
Afagam um coração em chamas.
Multiplicam-se aos milhares.
E aí... Seguem em revoada
Até se perder na linha do sol.



E o poeta, este navegante audaz
Do seu destino,
Anela seu breve retorno.
Sua caneta é como
Um farol a rastrear
Na escuridão da consciência,
Sentinela insone destes
Passageiros do acaso.







Nenhum comentário:

Postar um comentário