terça-feira, 8 de junho de 2010

Coração Fechado




Olá
Pensei em te ligar
Mas não o fiz.
Não sei dizer por quê.
Tenho tanta coisa
Pra te falar,
Tantas palavras que
Buscam saída
Desta boca que
Fecha-se, amordaçada
Por duvidas e incertezas
Porque este desafio inútil?
Esta fala tão fútil?
Esta necessidade de ter
Algo importante pra dizer...
E não dizer?
E o tempo quase sempre
Adiado se transforma em
Tribunal de acusação
Que nos condena
Na prisão do silêncio
De um coração que se fecha
De uma boca que se cala

Féretro do Poeta

 Becos e ruas Esquinas e ruelas, Trevos e praças, Façam-se avenidas! Alarguem-se, Que ali vem a tristeza. Ermidas e i...